OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

A democracia depende de você

São pequenas as ações que fazem com que sigamos num país democrático. Paulo Campos é vice-presidente nacional da Ordem dos Trabalhadores do Brasil. Foto: OTB

Por Paulo Campos dia em OTB no Brasil

A democracia depende de você
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador - São Paulo

ARTIGO

Pode parecer que são os grandes atos dos presidentes ou do congresso nacional que traduzem a capacidade do país de tomar decisões compatíveis com o desejo da maioria dos brasileiros. Que são os anúncios feitos pelo Presidente da República ou pelo Presidente da Câmara dos Deputados ou do Senado, que ditam o que é e o que pode não ser expressão democrática.
Entretanto, o que a maioria da população não percebe é que são pequenas atitudes, decisões corriqueiras que formatam a convivência entre as pessoas, especialmente em época de redes sociais capazes de influir, julgar, condenar e por vezes terminar determinando destinos.
Em um mundo ideal, um post seu aqui, um post de pessoa lá, poderiam levar ao desenho do desejo de um povo, mas não é o que acontece. Talvez pela incipiência, as redes sociais ainda não desenvolveram filtros capazes de impedir a veiculação de tendenciosas “notícias” falsas ou descontextualizadas e esta característica foi bem aproveitada por profissionais que terminaram por “moldar” perfis tão vencedores quanto frágeis pelo vazio do seu conteúdo.
Dessa maneira, instrumento que podia ser expressão da vontade popular, terminou como instrumento de manipulação.

Pior que isso, as chamadas fake news pela aparência de news (notícias verdadeiras) terminaram por minar a credibilidade do jornalismo tradicional que, embora controverso, é um dos pilares de qualquer sociedade democrática ao ser o veículo que permite às pessoas terem conhecimento do que existe de errado em qualquer governo.

Um simples post em rede social tem o poder de mudar a sociedade.

O que eu acho estranho é o apego que as pessoas desenvolvem às suas crenças. Em casos concretos, mesmo que fosse provado e repatriados os milhões escondidos de Lula, que diga-se de passagem, nunca foram achados apesar da intensa busca, uma parcela de petistas jamais mudaria sua crença na inocência, bem como, apesar das evidências de estarmos sob um governo duvidoso, eleitores bolsonaristas o defendem sem filtros.

O Brasil precisa dos brasileiros.

A democracia depende de nós e precisamos ser criteriosos. Nem todo petista é “ladrão”, nem todo bolsonarista é “ignorante”. Nem todos os ideais da esquerda estão errados, bem como nem todas as medidas de direita visam “destruir” os pobres, como se ouve.
Fora políticos que tem, como projeto pessoal a busca de riqueza, grande parte deles luta – e alguns o fazem de maneira inflamada – pelo que considera certo, pelo que acredita de maneira sincera ser o melhor para o país.
O melhor mediador é a vontade popular e o instrumento de expressão da vontade popular é o jornalismo, posto que poderá um dia até ser conquistado pelas redes sociais, quando elas adquirirem credibilidade.

Por enquanto, para que tenhamos o melhor resultado possível é preciso que você faça sua parte. Poste sem parcimônia suas ideias e seus pensamentos, ofereça sua opinião sincera sem economia e, por outro lado, procure verificar se informações que está retransmitindo são verdadeiras, fidedignas à realidade. Isto deve bastar para provocar uma grande transformação na sociedade.

Paulo Campos é vice-presidente da Ordem dos Trabalhadores do Brasil
www.otbnacional.org
paulo.campos@otbnacional.org

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//