OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Terca-Feira, 14 de Julho de 2020

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Cobrança de consignados será suspensa por 4 meses

Projeto segue para Câmara dos Deputados para aprovação. Se confirmado, segue para sansão do presidente Bolsonaro. Foto: Leopoldo Silva, Agência Senado

Por Paulo Campos dia em Nossos Direitos e Conquistas

Cobrança de consignados será suspensa por 4 meses
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador – Brasília

Foi aprovado ontem (18) o PL – Projeto de Lei 1328/2020 que permite a suspensão da cobrança de parcelas de empréstimos consignados (que tem desconto em folha de pagamento) por quatro meses.  O projeto segue para aprovação pela Câmara dos Deputados e depois para sansão do presidente da república.

Se aprovada, a Lei irá beneficiar pensionistas e aposentados, além de servidores ativos que estão tendo de ajudar familiares durante a crise provocada pela pandemia do coronavírus.

Os devedores não ficarão inadimplentes. As parcelas serão cobradas no final dos contratos sem cobrança de juros extras.

A suspensão da cobrança por quatro meses chegou a ser retirada do projeto de lei pelo senador Otto Alencar (PSD-BA) que substituiu a suspensão por “renegociação” da dívida com os bancos, porém destaque apresentado pelo senador Weverton Rocha (PDT-MA) que recuperou o trecho original prevaleceu.

Da maneira como foi aprovado, poderão ser suspensas as cobranças das parcelas dos empréstimos consignados por 4 meses, sem juros adicionais, parcelas que irão para o final do contrato. Rocha afirmou que a mudança para “negociação” das parcelas retirava a “alma” do projeto que seria ajudar famílias em dificuldades.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//