OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Segunda-Feira, 24 de Fevereiro de 2020

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Confirmada a denúncia, Bruno Covas vai perder o mandato

Ministério Público pediu cassação dos direitos políticos do prefeito de São Paulo, Bruno Covas e Secretários por corrupção. Foto: Divulgação/Gilberto Marques/Governo de São Paulo

Por Paulo Campos dia em Nossos Direitos e Conquistas

Confirmada a denúncia, Bruno Covas vai perder o mandato
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador - São Paulo Capital

O promotor da 1ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social do Ministério Público de São Paulo pediu hoje (03) a perda dos direitos políticos do atual prefeito da cidade, Bruno Covas; do Secretário de Transportes, Edson Caram; e do Secretário de Governo, Mauro Costa.

Os três são acusados de terem promovido irregularidades na concessão da Zona Azul, que é o estacionamento de rua, rotativo, da cidade de São Paulo. Estas irregularidades deverão trazer prejuízos, segundo o MP-SP. Na contrapartida a prefeitura alega que o município terá ganho de mais de R$ 2 bilhões.

A licitação, que o Ministério Público tenta suspender desde dezembro, foi vencida pela empresa Hora Park, com a proposta de R$ 1,3 bilhão. À princípio a concessão havia sido suspensa, em primeira instância, pela Justiça de São Paulo, porém a liminar foi cassada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

A nova ação promovida pelo MP-SP pede a cassação do mandato do prefeito e de seus assessores, ressarcimento integral, suspensão dos direitos políticos por um mínimo de 5 anos e pagamento de uma multa milionária, mesma penalidade pedida à empresa Hora Park.

 

LEIA TAMBÉM: Prefeitura de São Paulo, reajuste de 60%

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//