OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Terca-Feira, 12 de Novembro de 2019

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Doria promete valorização salarial dos professores

Em campanha para o governo do  Estado de São Paulo, o ex-prefeito da capital, João Dória afirmou que a educação será um dos pilares do seu governo e que vai valorizar professores com melhores salários.

Por Anderson Luna dia em OTB no Brasil

Doria promete valorização salarial dos professores
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador, 15/10/2018, 16:30 h – São Paulo

O candidato João Dória se referiu aos professores em seu discurso deste domingo (14) em referência ao dia do professor comemorado nesta segunda (15). Afirmou que a educação será uma das prioridades de seu governo e que terá a valorização dos professores, dando melhores salários e especialização, como elemento garantidor de profissionais motivados e preparados para o trabalho de formação das gerações futuras.

O candidato do PSDB afirmou que irá ampliar a educação em tempo integral e os cursos profissionalizantes para proporcionar melhor preparo aos jovens que ingressam no mercado de trabalho.

Outra iniciativa que apresentou será o “Dia D” da educação com exames oftalmológicos e odontológicos nas escolas todo início do ano letivo, para proporcionar melhores condições aos alunos para assistirem às aulas.

A OTB – Ordem dos Trabalhadores do Brasil tem acompanhado de perto as promessas dos candidatos João Dória e Márcio França. As promessas de valorização do funcionalismo não serão esquecidas, principalmente frente ao descaso com os servidores que demonstraram as atuais gestões estaduais e municipais.

Em São Paulo, por exemplo, Dória, já prefeito,  prometeu acabar com a política de reajuste 0,01%, mas foi exatamente este o reajuste que deu aos servidores antes de deixar a prefeitura, política que foi continuada pelo seu substituto, Bruno Covas. No estado, a política salarial de Alckmin não foi diferente, corroendo os salários dos servidores que sofrem sem reajustes que recomponham os salários frente à inflação.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//