OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Sexta-Feira, 15 de Novembro de 2019

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Eduardo Tuma vai para a Câmara SP lutar contra os servidores

Prefeito Bruno Covas liberou vereador Eduardo Tuma do cargo de secretário para ele concorra à presidência do Legislativo municipal. O indicado já avisou que a prioridade será a reforma da previdência.

Por Anderson Luna dia em Nossos Direitos e Conquistas

Eduardo Tuma vai para a Câmara SP lutar contra os servidores
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador, 22/11/2018, 14:00 h – São Paulo

Em mais um movimento na direção da aprovação da reforma da previdência municipal, o prefeito Bruno Covas vai indicar na próxima segunda feira (26) um novo secretário para a Casa Civil. A troca no secretariado é para liberar o atual ocupante da cadeira, o vereador Eduardo Tuma para que ele possa concorrer à presidência da Câmara Municipal no início do ano.

A reforma da previdência levou à greve parcial dos servidores municipais em março quando cerca de 100 mil servidores participaram da manifestação que levou ao adiamento da votação do projeto.

Tuma começou a atuar na articulação política da prefeitura após a derrota do ex-prefeito João Dória, que não conseguiu aprovar a reforma da previdência dos servidores municipais. A candidatura terá o apoio do atual presidente Milton Leite que não poderá se reeleger e que afirmou que Tuma tem, no momento, 42 dos 55 votos necessários para a eleição.

A OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil é contra a reforma da previdência, principalmente nos moldes em que está sendo executada, com “manobras” para anular o debate com os sevidores, adiantamento da pauta de votação para período de recesso dos professores, articulações e mesmo troca de secretariado para manter, sob qualquer pretexto, esta pauta.

É no mínimo estranha a maneira com que o governo municipal esta agindo, atuando com tamanha intensidade que provoca suspeitas em relação à verdadeira necessidade desta reforma. A falta de clareza e a manipulação para evitar o debate com os servidores coloca em jogo a transparência e honestidade do processo. A OTB está atenta.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//