OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Entenda o desconto de 25% dos salários de servidores públicos municipais, estaduais e federais, proposto pelo governo

Opinião - O corte faz parte de uma PEC emergêncial que pode se tornar perene. Foto: flickr

Por Paulo Campos dia em Nossos Direitos e Conquistas

Entenda o desconto de 25% dos salários de servidores públicos municipais, estaduais e federais, proposto pelo governo
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
OPINIÃO
Paulo Campos é vice-presidente da OTB – Ordem dos Trabalhadores do Brasil

Tentando mais uma vez “passar a boiada” durante a pandemia, o governo federal está buscando apoio entre senadores para medidas diversas, entre elas, o corte dos salários de servidores municipais, estaduais e federais em 25%, com redução da jornada de trabalho. A ideia é buscar maneiras de evitar que o governo Bolsonaro ultrapasse o teto de gastos em 2020.

Porém, embora a chamada “desoneração salarial” esteja sendo apresentada como solução temporária e necessária devido ao aumento de gastos devido à pandemia de covid-19, é realidade que seu alcance pode ser muito maior e bastante danoso para a classe trabalhadora dos funcionários públicos.

Como, segundo o texto, a alteração da Lei permite a redução em 25% dos salários dos servidores quando o governo não tiver recursos para o pagamento, proibindo os governos de contrair dívida para pagar salários.

Sabendo como agem os políticos e tendo em mente que o funcionalismo não tem – para a maioria deles – relevância eleitoral, a alteração servirá como autorização de gastar acima do orçamento 25% do valor da folha de pagamento, tendo em vista que o valor poderá ser simplesmente deduzido dos salários dos servidores, sejam municipais, estaduais ou federais, apenas diminuindo sua carga horária.

Na prática, servidores terão de realizar o mesmo trabalho, em menor tempo e recebendo menos.

É preciso que a sociedade seja alertada do valor dessa categoria que atua em praticamente todas as áreas essenciais da sociedade, sem que lhe seja atribuído e reconhecido, seu valor. São enfermeiras, médicos, lixeiros, policiais, motoristas, e tantas outras categorias que trabalham para a população que terão arrancados ¼ de seus salários. São aluguéis, escolas dos filhos, contas de água, luz, telefone, internet que serão cortadas. São vidas prejudicadas por ganância eleitoreira.

LEIA TAMBÉM: Entenda o desconto de 25% dos salários de servidores públicos municipais, estaduais e federais, proposto pelo governo

LEIA TAMBÉM: Dória vai demitir servidores, seria melhor para paulistas que ficassem

LEIA TAMBÉM: Pode punir! CGU aponta que punir servidor que fizer crítica na internet não é censura

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//