OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Terca-Feira, 14 de Julho de 2020

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Governo congela salários de todos os servidores estaduais e municipais e Paulo Guedes é processado

Ação questiona afirmação de Guedes que servidores são “parasitas”. Foto: EBC

Por Paulo Campos dia em Nossos Direitos e Conquistas

Governo congela salários de todos os servidores estaduais e municipais e Paulo Guedes é processado
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador – Brasília

Junto com o pacote de ajuda aos estados, o presidente Jair Bolsonaro sancionou hoje (28) o congelamento dos salários dos servidores públicos federais, estaduais e municipais. O veto às exceções foi negado por influência do ministro Paulo Guedes da economia.

O texto publicado no Diário Oficial, além de vetar reajustes salariais, congela também a validade de concursos estaduais, municipais e distritais. Concursos federais foram suspensos até 31 de dezembro de 2021.

O ministro Paulo Guedes, que foi o mentor do veto, por outro lado, recebeu determinação do juiz Hilmar Castelo Branco Raposo Filho, da 21ª Vara Cível de Brasília, a prestar explicações à justiça sobre ter chamado servidores públicos de parasitas.

Na ação, movida pela FENAJUD – Federação Nacional dos trabalhadores do Judiciário nos Estados, a entidade explica que o ministro, ao longo do tempo, tece comentários desagradáveis sobre servidores públicos e que “passou dos limites”.

No processo consta ainda que Paulo Guedes “insiste em insinuar que os déficit do orçamento da união é por culpa exclusiva dos servidores e aposentados”.

Embora não exista necessidade do comparecimento pessoal do ministro, ele precisará se pronunciar em meio eletrônico no prazo de 15 dias após a intimação. A assessoria da  FENAJUD afirmou que a entidade vai aguardar a manifestação para definir os desdobramentos da ação.

 

LEIA TAMBÉM: Prefeitura SP firma protocolo com exército para eventual retirada de corpos de ruas e residências

LEIA TAMBÉM: Servidores da Prefeitura de SP poderão pedir reposição salarial na justiça

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//