OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Sábado, 06 de Marco de 2021

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Governo faz neste momento ataque covarde aos servidores públicos

Governo impôs aprovação da possibilidade de redução dos salários de servidores como condição para pagamento do auxílio-emergencial. Foto: Divulgação

Por Paulo Campos dia em OTB no Brasil

Governo faz neste momento ataque covarde aos servidores públicos
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador - Brasília

De maneira a pressionar o congresso a aprovar a possibilidade de redução dos salários dos servidores públicos em até 25% - com redução da jornada correspondente – o governo condicionou o pagamento do auxílio emergencial para a população que sofre as consequências da crise provocada pelo coronavírus à aprovação da Emenda Constitucional 186/19, a chamada PEC Emergencial.

Traduzindo, somente será pago o auxílio emergencial se for aprovada a PEC Emergencial que possibilita a redução dos salários dos servidores federais, estaduais e municipais.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) afirmou que irá pautar a PEC para quinta-feira (25).

Arthur Lira (PP-AL) defende a PEC e afirmou que as pautas do governo “continuarão firmes e sem obstáculos”, deixando claro que deseja que a aprovação aconteça o mais rápido possível. Lira defende ainda que seja urgente a votação da reforma administrativa que objetiva a reestruturação do serviço público no país.

 

LEIA TAMBÉM: PEC emergencial permite corte salarial de servidores federais, estaduais e municipais ainda este ano

LEIA TAMBÉM: Servidor público, atenção! Seu salário poderá diminuir em até 25%

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//