OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Terca-Feira, 14 de Julho de 2020

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Mesmo sob risco de contaminação desenfreada, Recife retoma atividade econômica

Abertura de comércio de rua, salões de beleza e locadoras preocupam especialistas. Foto: reprodução Rede Globo

Por Paulo Campos dia em OTB no Brasil

Mesmo sob risco de contaminação desenfreada, Recife retoma atividade econômica
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador – São Paulo

Com a retormada da atividade econômica desde ontem (15) a população da Grande Recife teve de enfrentar atraso no metrô e ônibus lotados. Mesmo com a determinação do aumento na frota de ônibus e com a ampliação do horário de atendimento no metrô, houve aglomerações.

Apesar da justificativa do superintendente da CBTU, Carlos Ferreira, de que os atrasos foram provocados por furto de cabos de energia, a explicação não evita a disseminação do coronavírus.

Pernambuco chega a 45.261 casos e enterrou 3855 mortos até ontem.

A reabertura do comércio de rua, salões de beleza e estética e concessionárias e locadoras de veículos, juntamente com o aumento do fluxo de pessoas no transporte público que esta abertura demanda, também preocupa.

Para funcionar, o comércio de rua precisa tomar providências: 

  • É proibido a realização de eventos públicos como shows, apresentações e similares;
  • É permitido apenas um cliente para cada 20 metros quadrados, além da equipe de funcionários;
  • Funcionários devem trabalhar em turnos ou zonas de trabalhos separadas;
  • Reuniões devem ser evitadas ou realizadas em locais abertos;
  • Atividades que requeiram proximidade pessoal entre trabalhadores devem ser reduzidas ao mínimo;
  • Recebimento de mercadorias deve ser revisto, limitando o contato onde mercadorias são recebidas;
  • Não pode haver qualquer tipo de consumo ou prova de alimentos no local. O mesmo vale para produtos de beleza e cosméticos, bijuterias e acessórios.
  • Após a utilização por cada cliente, provadores devem ser limpos e higienizados imediatamente.
  • As mercadorias para coleta e entrega por serviço de motoboy devem estar em local com controle exclusivo do estabelecimento, não devendo estar expostas para retirada direta pelo prestador de serviço;
  • As mercadorias devolvidas ou trocadas devem ser corretamente higienizadas e, se não for possível, elas devem permanecer guardadas e lacradas em embalagens individuais, com data e horário de lacre sinalizados, podendo ser expostas ou vendidas novamente apenas após o período de quatro dias corridos;
  • Produtos alimentícios em displays abertos de autoatendimento devem ser colocados em embalagens de plástico, celofane ou papel;
  • Produtos expostos soltos, como de panificação, devem ser colocados em vitrines de acrílico e em sacos, utilizando pinças para funcionários fazerem a retirada para o cliente;
  • Deve ser feita limpeza e a desinfecção das superfícies mais tocadas (mesas, balcões, teclados, maçanetas, botões, etc.), de hora em hora;
  • Carrinhos e cestas devem ser higienizados após o uso por cada cliente;
  • O estabelecimento deve utilizar meios de comunicação disponíveis para informar aos clientes sobre as medidas adotadas de higiene e precaução.

 Shoppings e galerias

  • Shopping Centers ou similares permanecem com operação liberada apenas nos regimes de delivery e de drive-thru, com pontos de coleta em estacionamento.
  • Galerias podem funcionar das 9h às 18h, desde que sejam projetadas para permitir a ventilação natural.
  • Também é admitido o funcionamento das unidades dos open malls, das 12h às 20h, desde que sejam projetadas para permitir a ventilação natural, mediante a realização do controle e restrição no fluxo de clientes.
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//