OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Quinta-Feira, 21 de Novembro de 2019

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

O fim do HSPM

Prefeito Bruno Covas anunciou que pretende repassar, entre outros, o HSPM - Hospital do Servidor Público Municipal para a administraçao do Estado.

Por Paulo Campos dia em Nossos Direitos e Conquistas

O fim do HSPM
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador, 25/03/2019, 21:00 h - São Paulo

A Prefeitura de São Paulo pretende passar para administração do governo paulista (gestão Dória) 19 hospitais municipais e 15 unidades de pronto-socorro. Segundo fontes na prefeitura, está em negociação o repasse. A justificativa é que atendimentos de média e alta complexidade são de responsabilidade do estado, segundo a Lei Orgânica da Saúde.

O argumento, justificável para a grande maioria dos municípios, torna-se uma desculpa quando se observa que o orçamento da cidade de São Paulo equivale ao de muitos estados. A prefeitura ficaria com atendimentos de atenção básica e primária e serviços ambulatoriais especializados.

Justa ou não o que importa aos servidores municipais é a manutenção dos atendimentos, para os quais durante anos, tiveram descontos em seus holerites (no momento inexistem descontos). Com a administração do estado, como ficará o atendimento aos servidores municipais?

O governador João Dória, quando prefeito, sinalizou que o Hospital voltaria a atender apenas servidores, como em seu início. Covas aponta para a direção oposta. A OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil acredita que decisões como esta devem ser tomadas após debate com a sociedade.

"Os servidores municipais devem ficar atentos a mais uma possível redução de suas conquistas". Afirmou Benedito Santos, presidente da Seccional OTB do Estado de São Paulo.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//