OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Terca-Feira, 31 de Marco de 2020

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

O sentido da greve.

Sem informação confiável, a população acaba refém dos meios de comunicação que são controlados pela elite. Porém, este panorama está mudando. (AP Photo/Andre Penner)

Por Paulo Campos dia em OTB no Brasil

O sentido da greve.
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agencia do trabalhador, 29/04/20178 15:35 por Paulo Campos, Secretário Nacional da OTB.

"Ontem não consegui ir para o trabalho".

E o trabalhador médio que é, no final da conta, o grande interessado na manutenção dos direitos trabalhistas fica entre a cruz e a espada.

Se por um lado precisa do trabalho, e da benção de seu patrão para mantê-lo, por outro lado faz parte da massa injustiçada que terá de trabalhar por sabe-se lá quantos anos para conquistar aposentadoria.

Isto que a idade impossível para aposentar é apenas um detalhe dentre o conjunto de maldades que nossos dirigentes (todos devidamente aposentados e com suas contas recheadas que os impedem de sentir o que o povo vai sentir) maquinaram com o objetivo claro que aumentar ou os próprios faturamentos, os faturamentos dos bancos, dos empresários e suas empresas.

E é assim que, vendando o povo e fazendo-o acreditar que este é o único caminho, que estes grupos, se valendo da mídia faz as coisas acontecerem como desejam.

Como propôs McLuhan* somos todos parte da aldeia global e, pensando assim, a mídia é o instrumento mais poderoso de mudança da sociedade. Talvez neste ponto estejam falhando os movimentos de esquerda.

Ao negligenciar a informação, ao não dizer às pessoas que suas conquistas não foram pessoais e sim fruto da construção de uma sociedade mais justa, perdeu-se tudo que foi construído nos anos de governo de esquerda.

Claro que houve abusos, desvios, corrupção deslavada, mas não é disto que estou tratando neste artigo. O problema é quando, pela desinformação ou pior, pela construção de informação equivocada, se incute na cabeça de todo um povo que é correto que ele pague a conta pelos desmandos todos. Afinal a corrupção permeia todos os partidos e não apenas esta ou aquela sigla.

Ah, você está defendendo o PT, dirão. E não estou. Estou pensando no povo do meu país que está indefeso diante da manipulação desenfreada da mídia, da divulgação de acusações como verdades incontestáveis, e que, por este motivo, acaba não tendo instrumentos para fazer sua própria avaliação.

Há tempos venho dizendo que a classe política está fazendo do Brasil uma panela de pressão. Esticam, esgarçam, abusam da capacidade do povo de engolir balela, mas pessoas individualmente tem dado sinais de que não vão mais aceitar pacificamente tanta aberração, tamanho abuso.

O efeito disso é que, pouco a pouco, vai se construindo uma nova relação da população com a notícia que tende a não ser engolida sem análise. É um movimento lento mas constante, fortalecido pelo envelhecimento da população e pela nova geração que não é tão alienada quanto foi a minha.

Não sei quando passarão os efeitos desse grande rendez vous que se tornou a política brasileira e, voltando a credibilidade o país torne a crescer e quem sabe, tome o caminho correto do desenvolvimento.

Mas, que é momento importante, isso é.

 

*Herbert Marshall McLuhan (Edmonton, 21 de julho de 1911 - Toronto, 31 de dezembro de 1980) foi um destacado educador, intelectual, filósofo e teórico da comunicação canadense. Conhecido por vislumbrar a Internet quase trinta anos antes de ser inventada. Famoso também por sua máxima de que O meio é a mensagem e por ter cunhado o termo Aldeia Global. McLuhan foi um pioneiro dos estudos culturais e no estudo filosófico das transformações sociais provocadas pela revolução tecnológica do computador e das telecomunicações.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//