OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Sábado, 16 de Novembro de 2019

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

OTB participa do Fórum Estadual da Enfermagem

Na luta pela aprovação das 30 horas semanais, a categoria se reuniu ontem (15) em Campinas no Estado de São Paulo, para discutir o futuro da profissão.

Por Paulo Campos dia em OTB no Brasil

OTB participa do Fórum Estadual da Enfermagem
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador, 16/08/2018, 19:00 h – São Paulo

Com o tema principal das 30 horas para toda a categoria, o Fórum estadual discutiu problemas da profissão e decidiu pela manutenção da campanha em todo o país.

Jonas Soares, Secretário Estadual de Saúde da OTB – Ordem dos Trabalhadores do Brasil representou a entidade e falou sobre alguns aspectos da importância das 30 horas de trabalho semanais que vão muito além da ideia simplista de diminuição do esforço. Foi acompanhado do presidente estadual da OTB em São Paulo Dito Santos e por Adriano, diretor da entidade no estado.

Jonas explicou que “a diminuição da jornada tem o poder de refletir diretamente em vários aspectos da vida do profissional da enfermagem. Um enfermeiro descansado tem menor tendência a erros – e todos sabemos das graves consequências que um erro na administração de um medicamento pode causar ao paciente – também o torna mais produtivo e alerta. A menor jornada, entre outras coisas, tem impacto na economia, já que serão necessários mais pessoal para cumprir as tarefas e, portanto, mais contratações”.

OTB participa do Fórum Estadual da Enfermagem

“Outro problema que será minimizado com a adoção das 30 horas de trabalho semanal para todo o país” completou o representante da OTB, “são os acidentes de trabalho com material contaminado. Este tipo de acidente, além de preocupar o acidentado, tem provocado seguidos afastamentos de profissionais que não tem condições de retornar ao trabalho antes da realização de exames que atestem a preservação da saúde”.

Questão importante é o aumento da qualidade de vida dos profissionais. A enfermagem não é atividade administrativa. Por vezes o trabalho é braçal e sempre existe a possibilidade de lesões ao se levantar um paciente para cuidar de sua higiene por exemplo. No decorrer do tempo, haverá um menor número de afastamentos e os administradores perceberão que, se não houver economia, ao menos, com a diminuição das faltas e afastamentos, os investimentos com as contratações decorrentes da menor jornada terão sua contrapartida.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//