OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Sexta-Feira, 15 de Novembro de 2019

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

OTB recomenda abertura de CPI contra Sérgio Moro

Grave denúncia em relação a atuação do atual Ministro da Justiça enquanto juiz, pelo bem do judiciário, deve ser investigada e determinada sua veracidade e alcance. Foto: Wikimedia Commons, Marcos Oliveira/Agência Senado.

Por Paulo Campos dia em Eventos e Ações OTB

OTB recomenda abertura de CPI contra Sérgio Moro
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador, 10/06/2019, 22:00 h - São Paulo

 

RELEASE

A OTB - ORDEM DOS TRABALHADORES DO BRASIL, expressa apreensão em relação à divulgação de mensagens envolvendo o atual Ministro da Justiça e ex-juiz Sérgio Moro e o Procurador da República, Deltan Dallagnol.

Merece destaque o fato das autoridades terem sido alvos de um “hacker”, o que por sí evidencia suposto crime de invasão da privacidade; em contrapartida, o acontecido é forte sinal de alerta sobre à segurança das instituições no estado democrático de direito.

Para que os fatos possam ser esclarecidos, a OTB recomenda a instaração de CPI com finalidade de apurar por completo a veracidade - e o alcance - das informações levadas ao conhecimento de toda a sociedade. Apesar da aparente ilegalidade na obtenção das informações não se pode minimizar a gravidade da exposição das instituiçoes em contraste com o que representa a Operação Lava-Jato para os brasileiros.

As mensagens trocadas à época entre o ex-juiz Moro e o procurador Dallanol aparentam suposta desordem e desrepeito aos princípios jurídicos que podem afetar a percepção da imparcialidade de Poder Judiciário na condução de investigações e ações penais. Ressaltado que a imparcialidade do juiz é pressuposto de validade do processo, embora este valor não possa ser confundido com a posição de expectador.

A OTB se coloca ao lado dos trabalhadores e não medirá esforços à tomada de medidas cabíveis e justas necessárias para o cumprimento da lei e da ordem.

Brasil, 10 de junho de 2019.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//