OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Terca-Feira, 12 de Novembro de 2019

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Prefeitura de SP reajuste 0,01% em 2019

Durante apresentação do Orçamento para o próximo ano, a Prefeitura de São Paulo deixou clara a intenção de manter a política de reajuste com índice 0.01% para servidores. Há relatos de servidores que estão passando fome, sem luz e sendo despejados de suas residências.

Por Franklin Ataide dia em OTB no Brasil

Prefeitura de SP reajuste 0,01% em 2019
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador, 08/11/2018, 11:00 h – São Paulo

Ontem (07) na audiência pública de apresentação do orçamento 2019 da Prefetura de São Paulo, representantes do governo Covas, afirmaram que não haverá reajuste salarial para servidores municipais no próximo ano. Os servidores, que estão com os salários congelados há mais de uma década, terão mais uma vez seus proventos corroídos pela inflação

Em termos de comparação, os alugueis que vencem neste mês terão reajuste de mais de 10% referentes à inflação desde 2017. Em termos práticos um servidor que ganhava 1000 reais em 2017 hoje tem poder de compra de 900 reais. Não é difícil imaginar em que patamar estão os salários após mais de 10 anos sem reajuste.

Esta situação, que tem se estendido por mais de uma década, tem levado servidores à situação de penúria. Existem relatos de servidores cujas famílias estão assumindo suas responsabilidades, servidores sendo despejados e que estão passando fome, sem que a prefeitura cumpra sua obrigação de manter o poder de compra dos salários.

Os servidores públicos da cidade de São Paulo não reivindicam aumento real nos salários, muito menos que isso, imploram pela reposição das perdas pela inflação.

A Gestão Dória afirmou mais de uma vez – e firmou compromisso – que faria a reposição salarial. O secretário da gestão à época, Paulo Uebel, reiterou em mais de uma ocasião que era absurda a situação dos servidores municipais, porém não houve qualquer movimento no sentido da recomposição salarial dos servidores e o discurso se mostrou demagógico.

A OTB se compadece dos servidores da Prefeitura de São Paulo e é solidária na defesa do direito à recomposição salarial. O departamento jurídico está estudando a proposição de projeto de lei que proteja estes trabalhadores ao tornar obrigatória a recomposição anual pelo índice da inflação e deve, nos próximos dias, oficializar pedido de urgente revisão salarial para esta categoria tão importante e fundamental para o bom atendimento da população paulistana.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//