OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Terca-Feira, 04 de Agosto de 2020

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Prefeitura SP retira mais um direito dos servidores

Em seção, os vereadores aprovaram o fim do salário-esposa. Foto: Flickr

Por Paulo Campos dia em Nossos Direitos e Conquistas

Prefeitura SP retira mais um direito dos servidores
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador – São Paulo Capital

Em votação semana passada, a Câmara dos Vereadores de São Paulo aprovou a extinção do salário-esposa, benefício irrisório que foi conquistado pelos servidores em 1979. Na mesma seção, foi também aprovada alteração do auxílio-funeral para servidores.

Em vez que atualizar o valor do benefício salário-esposa, vigente desde 1979 e que visava garantir a segurança das esposas que não trabalham, a prefeitura de São Paulo resolveu extinguir o benefício. Por trás da retirada dos direitos, está, como sempre o vereador Fernando Holiday (Patriota), acompanhado de Soninha Francine (Cidadania), Mario Covas Neto (Podemos) e Fábio Riva (PSDB).

A extinção não irá afetar a vida dos servidores. Defasado, o benefício representava 3,39 reais para homens casados cujas esposas não trabalhassem.

A prefeitura alega que vai economizar 500 mil reais  anuais com a medida.

Auxílio-funeral

Outra medida que foi aprovada semana passada, foi alteração no auxílio-funeral. O benefício que contemplava a família de servidores falecidos com um mês de salário para despesas do funeral, tanto ativos como inativos, passou a ser de 4 mil reais para qualquer servidor, valor que poderá ser requerido pela família em até 180 dias após o falecimento.

As duas alterações passarão, antes de serem validadas, por uma segunda votação, para então serem sancionadas pelo prefeito Bruno Covas.

LEIA TAMBÉM: Governo do Estado de SP: servidores que receberam auxílio emergencial poderão ser demitidos

LEIA TAMBÉM: Suspensão de consignados para aposentados, pensionistas e servidores, na Câmara

LEIA TAMBÉM:  Prefeitura SP: servidores que receberam auxílio emergencial podem ser demitidos

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//