OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Terca-Feira, 18 de Maio de 2021

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Professores protestam em frente à Prefeitura SP

Categoria está contra retomada das aulas presenciais. Foto: Divulgação

Por Paulo Campos dia em Nossos Direitos e Conquistas

Professores protestam em frente à Prefeitura SP
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador – São Paulo

Nesta segunda-feira (12) um grupo de professores protestou em frente à sede da Prefeitura de São Paulo contra a retomada das aulas presenciais na cidade. Eles alegam que é inviável a aplicação de aulas durante este que está sendo o período mais crítico da pandemia.

Segundo os professores, a pandemia está fora de controle na cidade e as escolas não tem condições de reabrir para aulas presenciais.

A retomada foi liberada pela Prefeitura após o retorno do Estado de São Paulo à fase vermelha da quarentena nesta segunda-feira (12).

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, a Prefeitura tem feito encontros com as entidades sindicais, que autoridades de saúde deram aval para o retorno das atividades escolares e que as escolas seguirão todos os protocolos, além de terem sido investidos 274 milhões de reais na reforma de 552 escolas.

Os educadores temem que as crianças levem o vírus para suas casas. Segundo eles, a greve é “pela vida e por condições de trabalho”.

A Secretaria de Educação rebateu. Informou que apesar das 4 mil escolas estarem abertas, a presença não é obrigatória. Cabendo aos pais a decisão se o aluno irá à escola ou manterá o ensino à distância. Ressaltou, porém, que a retomada presencial é fundamental para alunos filhos de profissionais que trabalham em serviços essenciais e para aqueles alunos que estão em situação de vulnerabilidade.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//