OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

São Paulo merece outro prefeito

EDITORIAL - Em mais uma reunião com representantes dos grevistas, o prefeito demonstrou sua insensibilidade aos problemas dos servidores públicos que estão sob seu comando. De seu gabinete, se não tem percepção da realidade dos servidores que trabalham a seu lado, é difícil imaginar que se preocupe com o sofrimento da população. Foto: Divulgação

Por Anderson Luna dia em Nossos Direitos e Conquistas

São Paulo merece outro prefeito
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador, 27/02/2019, 22:00 h - São Paulo

Não são distintas as realidades dos servidores municipais de São Paulo e da população paulistana. Todos sofrem diante de interesses políticos que param a cidade, tornam insustentáveis as condições de trabalho dos servidores - que não tem reajustes salariais há mais de uma década - impedindo que esta parcela de trabalhadores forneça o atendimento que a população merece.

O problema é que, entre flagrantes interesses pouco claros na aprovação desta reforma, que de outra maneira seria debatida e negociada e não votada às escondidas no meio dos feriados de fim de ano, está a pretensão de concorrer do atual prefeito, Bruno Covas, à uma reeleição no ano que vem. 

Manter servidores recebendo o mesmo salário de mais de uma década passada e insistir que isto é justo, é sinal que o prefeito Covas trabalha em descompasso com a realidade, analisando à distância o sofrimento real dos servidores municipais.

Claro que a preocupação de Covas é o indiscutível avanço do PSL - Partido Social Liberal, do atual presidente Jair Bolsonaro, que deverá lançar candidato à cadeira. Esquece o atual prefeito que realizar um ótimo governo seria a melhor das plataformas e que quase um mês de greve, sem perspectiva de resolução (ao contrário, o movimento tem crescido diante da intolerância), é péssimo ingrediente eleitoral.

A OTB apoia a greve e participa como observadora. Como entidade representativa dos trabalhadores brasileiros, a OTB tem o dever de acompanhar os acontecimentos na maior e mais rica cidade do país. Ontem (26) em reunião que o prefeito não compareceu, a prefeitura de São Paulo manteve sua posição e ignorou as reivindicações. Acenou com uma ridícula proposta de remuneração baseada em metas, que facilmente agraciaria parcela ínfima de servidores, abriu negociação (que nunca esteve fechada) dos salários de nível básico e médio, justamente aqueles que estão há anos e anos sem reajuste - é preciso dizer que as 4 últimas gestões, inclusive a Dória, abriu estas negociações e tanto a prefeitura, quanto os servidores sabem que estas negociações sempre mantém tudo como está - e não abriu mão de revogar a "Lei do Confisco" como está sendo conhecida a reforma da previdência municipal que arrancou dos salários dos servidores mais 3% de desconto.

 

PROPOSTA DO GOVERNO APRESENTADA NA ÚLTIMA REUNIÃO - Informações do SINDSEP

PREVIDÊNCIA
- Não revogar a Lei 17020/18;
- No entanto, se a PEC da Previdência Federal for aprovada, o governo Covas diz que assume o compromisso de não encaminhar Projeto de Lei para a Câmara Municipal para instituir contribuição extraordinária, portanto acima dos 14%,

REVISÃO GERAL DE SALARIO
- Abrir processo de negociação para discussão do Plano de Cargos e Salários para o pessoal do Quadro do Nível Médio e para o Quadro do Pessoal do Nível Básico,
- Não aplicar índice de revisão geral, recusando portanto os 10%a título de reposição reivindicado pelo Fórum e mantendo assim a atual politica salarial vigente nos últimos anos de reajuste geral de 0,01%;
- Instituir a política salarial baseada no alcance de metas;

DIAS PARADOS
- Efetuar os descontos dos dias parados, conforme já consta nos holerites e discutir compensações após o encerramento da Greve ou aceitar ou efetuar o pagamento dos dias parados através de folhas suplementares mediante apresentação e defesa destas propostas do governo apresentadas na reunião de hoje.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//