OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Sábado, 14 de Dezembro de 2019

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Servidores de SP conformados. Governo venceu, 0,01% para sempre?

Em Assembleia, servidores da prefeitura de São Paulo desistiram da greve e aceitaram as condições impostas pelo governo Covas. Foto:

Por Franklin Ataide dia em Nossos Direitos e Conquistas

Servidores de SP conformados. Governo venceu, 0,01% para sempre?
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador – São Paulo Capital

Em assembléia realizada ontem (21) no centro da cidade, servidores dos níveis básico e médio da Prefeitura de São Paulo decidiram pelo final da greve que durou pouco e terminou por não produzir efeitos.

O governo Bruno Covas encaminhou projeto de lei de reestruturação das carreiras com vários itens que desagradaram o conjunto dos servidores, porém, mesmo com inédita movimentação, as categorias não conseguiram fazer com que o a prefeitura ouvisse as reivindicações. 

“Por serem estes servidores integrantes das carreiras administrativas, apenas uma greve duradoura teria capacidade de provocar prejuízo grande o bastante para ser capaz de despertar a atenção das autoridades municipais” afirmou o conselheiro da OTB – Ordem dos Trabalhadores do Brasil, João Bosco.

O sindicato e as entidades que participaram fizeram todo o possível para defender o direito dos trabalhadores, porém, essas categorias são pequenas e representam parcela pequena dos servidores municipais. Embora tenham lutado com garra, não foram atendidos.

Entretando, representantes do governo concordaram em manter a negociação e formar grupo de debate sobre reivindicações que ficaram pendentes.

 

Entre outras será discutido com o governo:

• Valorização da formação por reenquadramento após enquadramento inicial;

• Criação de tabela com efeitos em data posterior ao enquadramento inicial visando valorização de todo o conjunto do nível básico e nível médio.

• Extensão da Gratificação por Atendimento ao Público - GAP para todo o nível básico (Agente de Apoio) e nível médio da administração direta e indireta (autarquias) que atendem ao público.

• Compromisso do Governo de não pedir urgência na tramitação do Projeto de Lei. As entidades encaminharão ressalvas de não concordância com o projeto inicial e reafirmação do pedido de não envio até conclusão das negociações.

• Retomar discussão sobre projeto de mobilidade das carreiras.

• Compromisso de publicação de portaria regulamentando a compensação dos dias e horas das paralisações e greve.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//