OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Terca-Feira, 14 de Julho de 2020

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Tentamos decifrar o cálculo do bônus por desempenho para servidores da prefeitura de SP

Resultado foi bastante impreciso. Imprensa da Secretaria de Gestão divulgou cálculo complexo. Foto: Wikipédia

Por Paulo Campos dia em Nossos Direitos e Conquistas

Tentamos decifrar o cálculo do bônus por desempenho para servidores da prefeitura de SP
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Agência Trabalhador – São Paulo Capital

Em nota enviada aos servidores municipais por email, o setor de comunicação da Secretaria Municipal de Gestão da Prefeitura de São Paulo, tentou explicar o cálculo do bônus por resultado. Porém os servidores não conseguiram fazer a conta. A explicação é confusa e complexa.

Inicia explicando que o bônus é direito dos servidores que tenham trabalhado no “processo para cumprimento das metas em 2019 por pelo menos 241 dias. Acreditamos que queriam dizer, servidores que tenham trabalhado por, pelo menos 241 dias em 2019. Não é claro o sentido do trecho “no processo para cumprimento das metas”.

Partindo do principio que este primeiro quesito tenha sido atendido, a nota explica o cálculo:

20% da soma dos valores recebidos em 2019, menos abono de permanência, 1/3 de férias, salário família, salário esposa, insalubridade, periculosidade, adicional noturno, auxílios transporte, alimentação e refeição, diárias, ajudas de custo, gratificação por participação em órgãos de deliberação coletiva, serviço extraorinário, horas suplementares, abonos, honorários advocatícios, outras verbas de produtividade (como a gratificação por atividade) e outras vantagens pecuniárias indenizatórias ou eventuais.

Deve ser levado em consideração o Índice de Efetivo Exercício de 2019 que é a relação entre os dias de efetivo exercício e o total de dias do período de avaliação. No exemplo dado, considerando 365 dias, um servidor que tenha ingressado em fev/2019, terá o índice calculado pelo período de 334 dias. Se faltou 4 vezes no período o índice de efetivo exercício será de 330/334, ou seja, 98,8%.

Pelo que entendemos, este servidor receberia 98,8% do total anterior.

Ao resultado obtido, deve ser aplicado o Índice agregado de cumprimento da meta, que varia de secretaria para secretaria e que pode ser obtido no site da Secretaria de Gestão.

Mas não é só isso. Ao valor obtido deve ser aplicado ainda o Fator Orçamentário que foi estipulado pela Comissão Intersecretarial, que é igual para todos os servidores, de 0,747.

O resultado será o bônus a ser recebido pelo servidor.

Porém, este foi o entendimento desse repórter após consultar fontes na prefeitura e tem caráter informativo. Não houve, entre os entrevistados, quem pudesse afirmar com certeza a exatidão da informação.

Tentamos decifrar o cálculo do bônus por desempenho para servidores da prefeitura de SP

**0,747           Fonte: Secretaria Municipal de Gestão da cidade de São Paulo

 

*Os Índice Agregado de Cumprimento de Metas (IACM), para cálculo são os seguintes:
CGM 100,00%
SEHAB 62,04%
SEL 83,33%
SEME 76,32%
SG 87,50%
SGM 63,04%
SIURB 79,96%
SMADS 41,96%
SMC 100,00%
SMDET 99,19%
SMDHC 100,00%
SMDU 100,00%
SME 55,01%
SMIT 100,00%
SMPED 100,00%
SMS 66,67%
SMSUB 72,67%
SMT 55,78%
SMTUR 81,82%
SVMA 65,38%
SMJ 79,53%
PGM 79,53%
SMSU 79,53%
Gab Pref 79,53%
SF 79,53%
Casa Civil 79,53%
AMLURB 72,67%
SFMSP 72,67%
AHMSP 66,67%
HSPM 66,67%
IPREM 87,50%
TMSP 100,00%
FUNDATEC 99,19%

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//