OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil        Quarta-Feira, 20 de Novembro de 2019

OTB - Ordem dos Trabalhadores do Brasil - Trabalhando pelos direitos dos Trabalhadores

Você está sendo manipulado

E talvez nem perceba.

Por Paulo Campos dia em OTB no Brasil

Você está sendo manipulado
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

EDITORIAL - Agência Trabalhador, 29/01/2018, 18:00 h – São Paulo

Temos visto ultimamente, um mar de notícias verdadeiras ou falsas (fake news) que rondam as redes sociais, situação que demonstra que existem interesses que estão sendo atendidos com a divulgação intensa desse material.

À nós, leitores e expectadores – já que muitos vídeos contam histórias difíceis de acreditar – cabe buscar maneiras de determinar se o que estamos vendo ou lendo é verdade. E, mesmo sendo verdade, convenhamos, é possível contar mentiras imensas somente dizendo a verdade ou sendo parcial ou ainda divulgando só o que convém à interesses ocultos.

Piores são as fake news ou notícias inventadas que reúnem características de material verdadeiro com a intenção de enganar ou confundir a opinião pública.

A mídia, como um todo, é um caminho perfeito para a manipulação das consciências e das vontades das pessoas. A “aldeia global” termo cunhado lá no início dos anos 60 por MacLuhan nunca foi tão atual hoje, quando as redes sociais democratizaram a divulgação e qualquer pessoa pode tornar-se protagonista na divulgação de conteúdo.

Quando nos deparamos com uma notícia, devemos nos questionar. Será que isso é verdade? A fonte é confiável? ?A revista ou site  tem importância ou é uma página qualquer na internet? A quem interessa que o povo deteste este ou aquele político? Se tiver oportunidade de pesquisar e o tema for relevante, o que os noticiosos estrangeiros dizem sobre a matéria?

A disseminação do ódio convém à poucos.

Devemos todos buscar o caminho da conversa, do debate. Não existe coisa toda ruim ou toda boa, sempre há meio termo, porém, mais importante é a manutenção do respeito. Precisamos, como sociedade, fazer da principal regra, a devoção ao respeito. É tão simples, basta aceitar que pessoas diferentes, com diferentes formações, tem visão diferente de qualquer assunto. E esta riqueza bruta se transforma em informação lapidada quando as arestas são aparadas num debate – nunca num embate.

Não engula propaganda sem questionar.

O destino que pensaram para nós nunca é o que sonhamos.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

//